Categoria

Chapada Diamantina

108 post(s) publicado(s)
Governo anuncia medidas estratégicas para prevenção aos incêndios florestais na Chapada Diamantina

Governo anuncia medidas estratégicas para prevenção aos incêndios florestais na Chapada Diamantina

  • 12.Abr.2024 - 14h19

Cenário de uma das maiores riquezas naturais do Brasil, a Chapada Diamantina foi palco, nesta quinta-feira (11), do início da Caravana Bahia Sem Fogo e anúncio de uma série de ações estratégicas e inovadoras adotadas, pelo Governo do Estado, para prevenção e redução dos impactos causados pelos incêndios florestais. As medidas foram apresentadas na sede do Consórcio Chapada Forte, em Andaraí (423 km de Salvador), com a presença de gestores municipais, associações de brigadas, educadores, comerciantes e representantes de organizações sociais da região. Na abertura do encontro, a diretora-geral da Secretaria do Meio Ambiente (Sema) e coordenadora do Programa Bahia Sem Fogo, Daniella Fernandes, falou que a Caravana busca integrar esforços e sensibilizar a sociedade sobre a importância de práticas sustentáveis e da preservação ambiental. “Neste momento tão importante, de comemoração ao Dia da Chapada Diamantina, trago aqui um compromisso do secretário da Sema, Eduardo Mendonça Sodré Martins, em ampliar, ainda mais, as parcerias com os municípios e as brigadas voluntárias, como uma resposta efetiva do Estado, mobilizando recursos, técnicos e conhecimentos para beneficiar as comunidades e proteger os recursos naturais da Chapada”, enfatizou. “A Caravana Bahia Sem Fogo se destaca com várias frentes de atuação, uma verdadeira força-tarefa envolvendo órgãos públicos das áreas de meio ambiente, educação, saúde, segurança pública (bombeiros militares), defesa civil e, principalmente, o engajamento da população e das prefeituras”, completou a diretora. Anfitrião do encontro, o presidente do Consórcio e prefeito de Andaraí, Wilson Cardoso, agradeceu a presença dos gestores e técnicos do Estado e de cada município. “Parabenizo o Governo do Estado por essa iniciativa, ao tempo que agradeço pelo reconhecimento na escolha do nosso município para o ponto de partida desta Caravana”.

Colégio em Rio de Contas monta litoteca para estudos geológicos com participação da UFBA, de indígenas e quilombolas

Colégio em Rio de Contas monta litoteca para estudos geológicos com participação da UFBA, de indígenas e quilombolas

  • 12.Abr.2024 - 08h50

Aproximar o conhecimento da pesquisa acadêmica com a vivência ancestral dos povos tradicionais que habitam na região de Rio de Contas é a proposta das professoras de Biologia, Dilcinéia Anjos, e de Química, Naiara Ramos, com a Litoteca Intercultural do Colégio Estadual Carlos Souto (CECS). O projeto, lançado no início de março, no município de Rio de Contas, será implantado dentro da biblioteca da escola e terá a exposição de materiais, como amostras de tipos diferentes de solos, pedras, argilas e minerais. A ponte entre os saberes geológicos e culturais da região é uma iniciativa inédita na rede estadual de ensino e está sendo possível graças à parceria com o Instituto de Geologia da Universidade Federal da Bahia (UFBA) e ao apoio dos povos tradicionais, como lideranças quilombolas e indígenas do Território de Identidade da Chapada Diamantina. Para a comunidade escolar do CECS, a litoteca tem uma dimensão bem maior do que seu próprio significado, que vem de lithos - rocha e teca - local de armazenamento. A ideia de sua criação veio para complementar a linha sustentável permeada pela escola, onde os 520 estudantes do Ensino Médio e da Educação de Jovens e Adultos (EJA) abraçam os princípios da permacultura -- utilização dos recursos naturais de forma eficiente que preserve o meio ambiente, como a criação de horta orgânica; captação de água de chuva; e viveiros de mudas nativas da região.  “O projeto fortalece o saber científico e promove o respeito pela diversidade cultural e a valorização dos saberes tradicionais dos povos indígenas e quilombolas, contribuindo também para uma educação mais inclusiva e contextualizada”, explica a professora de Biologia, Dilcinéia Anjos. Segundo ela, o projeto irá proporcionar uma oportunidade única de aprendizagem para os alunos, que passam a compreender o ensino da Geologia em um contexto intercultural. “A colaboração de integrantes das comunidades indígenas e quilombolas será fundamental para aprimorar o entendimento do espaço e dos territórios em que vivemos”, ressalta, referindo-se à região do Rio de Contas, que, além da importância histórico-cultural, também forma um dos mais importantes geoparques brasileiros. As estudantes da 3ª série do Ensino Médio, Stefany da Silva Santos e Andrea Luzia Ribeiro Nunes, ambas de 17 anos, estão animadas com o projeto e aguardam ansiosas para o início das atividades em campo. Para elas, além de levar os estudantes a conhecerem na prática o conteúdo teorizado em sala de aula, será uma oportunidade de reconhecer tipos diferentes de amostras geológicas e seu vínculo com a história da região. “É uma forma de preservar e transmitir conhecimentos sobre a história dos povos tradicionais da região, que é importante tanto para a escola quanto para a cidade”, esclarece Stefany. Sua colega Andrea acrescenta: “O projeto em si tem uma bagagem não só cultural e científica, como proporciona o contato com outros saberes, proporcionado pela Geologia”.

Premiações de vinhos baianos estimulam enoturismo na Chapada Diamantina

Premiações de vinhos baianos estimulam enoturismo na Chapada Diamantina

  • 11.Abr.2024 - 17h45

A vinícola UVVA, localizada na Fazenda Progresso, em Mucugê, na zona turística Chapada Diamantina, segue ampliando o catálogo de premiações internacionais, em apenas dois anos de produção. Em março, o seu Chardonnay 2022 conquistou a medalha de ouro no Vinalies 2024, um dos concursos de vinhos mais importantes do mundo, realizado na França; e a medalha de prata no Chardonnay du Monde 2024, outra competição francesa, conhecida pelo nível de exigência em atestar, exclusivamente, a uva Chardonnay. A vinícola já lançou 12 rótulos, entre vinhos tintos, brancos e espumantes, conquistou 27 prêmios nacionais e internacionais e recebeu 15 mil turistas em suas instalações. “Contribuir para o desenvolvimento do turismo na Bahia é um dos objetivos da nossa vinícola, um equipamento que estimula o crescimento regional, através do enoturismo. Seus vinhos e experiências permitem colocar Mucugê e a Chapada Diamantina em evidência no cenário nacional e internacional, adicionando um novo dinamismo econômico à região", declarou o CEO da UVVA, Fabiano Borré. Na zona rural de Mucugê, os turistas podem vivenciar a experiência da imersão na vinícola UVVA, que fica a 26 quilômetros de distância do município. O roteiro inclui tours para diferentes perfis de visitantes, sempre conduzidos por enólogos. Do prédio do empreendimento se avistam os parreirais e, ao fundo, a exuberante Serra do Sincorá, com seus mais de 80 quilômetros de extensão. O local também dispõe de restaurante, loja de produtos do segmento e espaço destinado a exposições de arte.  Uma equipe da Secretaria de Turismo do Estado (Setur-BA) esteve em Mucugê para ações do projeto “Avança Turismo Bahia”, que visa qualificar destinos nas 13 zonas turísticas do estado. Durante uma semana, foram realizadas capacitações de profissionais e empreendedores, visitas técnicas a pontos atrativos naturais e vinícolas, levantamento da oferta e qualidade da hotelaria, além do estímulo ao registro no Cadastro dos Prestadores de Serviços Turísticos (Cadastur).

“Mucugê tem grande potencial, que vai além de belas paisagens e trilhas, com a oferta de experiências incríveis na zona rural, em fazendas que produzem frutas vermelhas. A produção de vinhos também cresceu na região, estimulando o enoturismo. Nosso projeto visa garantir a satisfação do turista que escolhe esse destino”, explicou a superintendente de Promoção e Serviços da Setur-BA, Fabíola Paes Leme.

Ação da Polícia Civil apreende acusados de crimes na Chapada Diamantina

Ação da Polícia Civil apreende acusados de crimes na Chapada Diamantina

  • 11.Abr.2024 - 08h53

A polícia Civil da Bahia cumpriu durante a tarde do dia 10/04/2024 mandados de prisão temporária em desfavor de três investigados por envolvimento em crime de homicídio ocorrido na cidade de Seabra. As investigações se iniciaram logo após o crime que ocorreu no dia 13 de fevereiro deste ano de 2024, quando o Sr Levy de Luna Freire foi morto a tiros em sua residência. Durante todo o período investigativo a Polícia Civil conseguiu reunir elementos suficientes de indícios de autoria do crime, passando a representar pelos mandados de prisão temporária e busca e apreensão face os suspeitos. Durante o cumprimento das ordens judiciais a Polícia Civil apreendeu aparelhos celulares, vestuários usados no crime, bem como armas, drogas, munições, coletes balísticos e toucas ninja. Além dos mandados de prisão temporária, um dos envolvidos foi preso em flagrante delito pelos crimes de tráfico de drogas e posse irregular de arma de fogo e munições de uso restrito. Todos os envolvidos foram apresentados na unidade policial e permanecem à disposição da Justiça. Durante a ação foram apreendidos 03 aparelhos celulares, 01 balança de precisão, 01 pistola turca cal. 9mm01 espingarda cal. 12, 01 revólver cal. 38, 256 munições cal. 9mm, 22 munições cal. 12, 375 munições cal. 40, 49 munições cal. 38, 01 carregador alongado para pistola 9 mm, 01 carregador de pistola cal. 40, 01 carregador tipo caracol com capacidade de 100 munições cal. 9 mm, 02 carregadores Canik cal. 9mm, 06 tabletes de cocaína pesando aproximadamente 6 quilos da droga, 02 coletes balísticos e 05 toucas ninja.

Caravana Bahia Sem Fogo, chega a Andaraí

Caravana Bahia Sem Fogo, chega a Andaraí

  • 10.Abr.2024 - 08h29

Na próxima quinta-feira (11), em comemoração ao Dia da Chapada Diamantina, a cidade de Andaraí, a 423 quilômetros de Salvador, receberá a Caravana Bahia Sem Fogo, uma iniciativa pioneira do Governo do Estado que visa fortalecer a atuação conjunta dos poderes públicos, comunidades locais e brigadistas voluntários, na prevenção aos incêndios florestais em todo o estado. A caravana promoverá um espaço de mobilização e participação da sociedade, com a realização de oficinas e entrega qualificada de materiais socioeducativos, além da distribuição de equipamentos de Proteção Individual e Coletiva para as brigadas cadastradas. De acordo com o secretário estadual do Meio Ambiente, Eduardo Mendonça Sodré Martins, esse ano, o Governo do Estado chega mais cedo às áreas historicamente afetadas com as queimadas, de uma forma inédita levando ações educativas e de prevenção. “A Caravana Bahia Sem Fogo é uma ação transversal com a participação de diversas secretarias e órgãos do Governo que estão empenhados em construir estratégias eficazes de prevenção, levando em consideração o protagonismo dos atores sociais locais, ou seja, envolver as comunidades que estão na ponta, as primeiras a serem afetadas. Serão investimentos e ações que vão ampliar o poder de prevenção e monitoramento”, destacou. Durante a Caravana, uma equipe de gestores, educadores e especialistas em meio ambiente, vai percorrer as cidades da Chapada Diamantina, que tiveram ocorrências de incêndios florestais nos últimos anos, promovendo capacitações, rodas de conversas e sensibilização nas escolas, sindicatos rurais, nas sedes das brigadas voluntárias, associações de guias e agricultores, e demais entidades envolvidas. Além de Andaraí, também serão visitados os municípios de Ibicoara, Palmeiras, Iraquara, Abaíra, Piatã, Rio de Contas, Lençóis, Mucugê e Barra da Estiva, totalizando 11 municípios na Chapada. No mês de maio, a Caravana seguirá para a região Oeste do estado.

Primeiro azeite extravirgem do Nordeste é produzido em Rio de Contas

Primeiro azeite extravirgem do Nordeste é produzido em Rio de Contas

  • 02.Abr.2024 - 17h41

Iguaria da Chapada Diamantina, o azeite Rio de Contas tem paladares conquistados e se destaca no cenário gastronômico mundial como um produto de qualidade rara. O jornal A Tarde informa que este azeite extravirgem, o primeiro do Nordeste produzido a mais de um mil metros de altitude, é marcado por sabores tropicais e já foi premiado num concurso internacional de Paris. Com um processo de produção cuidadoso e artesanal, o azeite Rio de Contas é extraído de azeitonas selecionadas, cultivadas de forma sustentável em terras férteis e sob condições climáticas que remetem a um “terroir” de tipo mediterrâneo. Fruto de um projeto familiar, as oliveiras do tipo 'arbequina' produziram o primeiro azeite de oliva da história do Nordeste, que conquistou a medalha de ouro no concurso Olio Nuovo Days de Paris, em 2021. Segundo o produtor Christophe Chinchilla, o plantio das oliveiras foi realizado em uma fazenda experimental do município de Rio de Contas, há cerca de quinze anos. A primeira colheita, ainda modesta, aconteceu em 2018, sem a produção de azeite. Três anos mais tarde, e depois de algumas adaptações agronômicas, uma nova colheita rendeu uma safra histórica, que inaugurou na Bahia e no Nordeste como terras de produção de azeite de oliva. 

Acusado de chefiar grupo na região da Chapada Diamantina é preso em Minas Gerais

Acusado de chefiar grupo na região da Chapada Diamantina é preso em Minas Gerais

  • 27.Mar.2024 - 08h29

Uma ação conjunta das Polícias Civis da Bahia e de Minas Gerais, no âmbito da Operação Argus, cumpriu o mandado de prisão preventiva de um suspeito de liderar uma organização criminosa na Bahia. Considerado um dos alvos prioritários da Secretaria de Segurança Pública (SSP/BA), ele foi localizado no município de São João do Manhuaçu, na noite de segunda-feira (25). O ‘Três de Ouros’ do Baralho do Crime foi preso após um minucioso trabalho da inteligência e troca de informações entre a PC da Bahia e de Minas. Ao ser abordado pelas equipes, ele apresentou um documento de identidade falsificado, sendo conduzido para a 6ª Delegacia Regional de Manhuaçu. As investigações apontaram que o homem era líder de uma ramificação do grupo criminoso atuante na capital baiana e nas cidades de Itaberaba, Boa Vista do Tupim e Marcionílio Souza. Ele foi indiciado por associação criminosa, homicídio e tráfico de drogas. O homem passou por exame de corpo de delito e permanece custodiado em Minas Gerais à disposição da Justiça, aguardando recambiamento para o sistema prisional. Essa foi à 35ª prisão da Operação Argus, deflagrada em 2021 para cumprimentos de mandados. Policiais da Agência de Inteligência e da Coordenação de Operações do Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) e equipes do Setor de Inteligência da Coordenadoria de Operações Estratégicas da Polícia Civil de Minas Gerais participaram da ação.

Cipe Sudoeste apreende motocicleta roubada em Itaetê

Cipe Sudoeste apreende motocicleta roubada em Itaetê

  • 26.Mar.2024 - 17h29

Durante patrulhamento na cidade de Itaetê, na última semana, uma guarnição da CIPE Sudoeste, avistou um veículo Yamaha XTZ 150 CROSSER S branca, em local onde, segundo informações, estariam homiziados indivíduos suspeitos de participarem de organização criminosa com atuação no município. Após verificação, foi constatado que o referido veículo era produto de ROUBO, ocorrido em Feira de Santana.

Audiências públicas na Chapada Diamantina discutem loteamentos urbanos irregulares em áreas rurais

Audiências públicas na Chapada Diamantina discutem loteamentos urbanos irregulares em áreas rurais

  • 26.Mar.2024 - 15h08

Com o objetivo de debater estratégias e políticas para coibir os loteamentos urbanos irregulares em áreas rurais, o Governo da Bahia, por meio do Instituto do Meio Ambiente e Recursos Hídricos (Inema), em parceria com o Ministério Público da Bahia (MPBA), a Companhia Independente de Polícia de Proteção Ambiental (Cippa Lençóis) e as secretarias de meio ambiente municipais, vem promovendo uma série de audiências públicas na Chapada Diamantina. A última audiência aconteceu no dia 20 de março, no município de Andaraí. Os encontros, realizados desde setembro do ano passado nos municípios de Iraquara, Mucugê e Ibicoara, também serviram para orientar, educar e conscientizar os municípios envolvidos, suas respectivas secretarias de meio ambiente, cartórios, empreendedores e moradores locais sobre a legislação ambiental pertinente e os procedimentos para licenciamento e fiscalização ambiental. O próximo encontro está marcado para o mês de abril, na cidade de Palmeiras. “A Chapada Diamantina tem enfrentado uma significativa expansão de loteamentos urbanos em áreas rurais, o que tem resultado em desmatamento, principalmente da Mata Atlântica. É importante ressaltar que, segundo a legislação, loteamentos com fins urbanos são permitidos apenas em áreas urbanas ou de expansão urbana, não sendo autorizados em áreas rurais”, explica Simone Sodré, coordenadora da Unidade Regional do Inema na Chapada Diamantina. Para Simone Sodré, as audiências públicas na Chapada Diamantina representaram um importante passo no combate aos loteamentos urbanos irregulares em áreas rurais, demonstrando o comprometimento das autoridades e da comunidade em preservar o meio ambiente e promover o desenvolvimento sustentável na região.

Setur-BA inicia em Lençóis série de capacitações no turismo de observação de aves

Setur-BA inicia em Lençóis série de capacitações no turismo de observação de aves

  • 25.Mar.2024 - 11h15

Com o objetivo de promover o incremento do turismo de observação de aves na Bahia, a Secretaria de Turismo do Estado (Setur-BA) iniciou um projeto pioneiro de capacitação do trade turístico, em seis municípios estratégicos. Os cursos começaram, nesta semana, no Memorial Afrânio Peixoto, em Lençóis, na Chapada Diamantina, com a participação de especialistas convidados e representantes de Mucugê, Andaraí, Ibicoara e Palmeiras. O órgão também ouviu sugestões de agentes de viagens e guias de turismo, para aumentar a oferta de serviços do segmento na região. A ação foi concluída com uma atividade prática de observação de pássaros, na pousada Casa da Geleia.  “Esse segmento é uma tendência mundial, que contribui para o desenvolvimento sustentável e a conservação da fauna e da flora, nas regiões onde é praticado. Na Bahia, são cerca de 829 espécies de aves catalogadas, com potencial para atrair visitantes de todo o Brasil e do exterior”, explicou a superintendente de Serviços Turísticos da Setur-BA, Fabíola Paes Leme.  A atividade acontece em Lençóis, desde a década de 1990, por meio do Clube de Observação de Aves da Bahia (COA-BA), mas faltava qualificar a oferta da visitação aos municípios que abrigam as espécies. “Já recebemos inúmeros grupos de turistas e estudiosos, que procuram a Chapada para a contemplação da diversidade de aves que a região oferece. Mostramos esse potencial à Setur-BA e, agora, com essa capacitação, a parceria com o município está sendo concretizada, para desenvolver o segmento”, ressaltou a secretária de Turismo de Lençóis, Laura Garcia. "É muito interessante ver uma iniciativa como essa, partindo do Governo do Estado, dando luz a esse tipo de atividade turística, que tem crescido muito entre os brasileiros. Antes, só víamos estrangeiros praticando por aqui”, relatou o guia de turismo Ciro Albano, da agência Brasil Birding Experts, um dos especialistas convidados. Para o ornitólogo Francisco Pedro da Fonseca Neto, “a capacitação é uma semente que deverá gerar novas ideias, para o fortalecimento das comunidades e conservação das aves, gerando impacto na economia”.